Rede Comunitária pede ajuda ao prefeito para retomar as atividades de inclusão social

De acordo com o presidente da REC, Fábio Draw a parceria da prefeitura é de fundamental importância para que as atividades voltadas ao atendimento de jovens e adolescentes carentes possam ser retomadas.

0 10

 

“Precisamos retomar as atividades de inclusão social ofertadas pela Rede de Empreendedorismo Comunitário (REC), localizada no bairro São João Del Rey em Cuiabá”. Esse foi o pedido feito por representantes da ONG em visita ao prefeito Emanuel Pinheiro, na noite desta quarta-feira (24), em seu gabinete. De acordo com o presidente da REC, Fábio Draw a parceria da prefeitura é de fundamental importância para que as atividades voltadas ao atendimento de jovens e adolescentes carentes possam ser retomadas.

Segundo ele, quando o serviço estava em funcionamento, ações voltadas ao incentivo de práticas esportivas e cursos profissionalizantes na área da Cultura Pop eram ofertadas. Cerca de 100 pessoas eram atendidas pelo programa. “A REC trabalha de forma a potencializar o atendimento às causas sociais, garantindo a preservação de valores culturais e cidadania, com vistas ao desenvolvimento de uma atitude empreendedora”.

O prefeito Emanuel Pinheiro não hesitou em dizer que a Prefeitura está à disposição para fazer o que for necessário para que as atividades voltem a funcionar, lembrando esse ser um compromisso firmado em campanha, que é o de atender e amparar as pessoas mais vulneráveis e que necessitam de ajuda. “Isso é o que podemos chamar de inclusão social, dando oportunidade às pessoas que mais precisam, tirando das ruas, da criminalidade e das drogas”, frisou Pinheiro.

Na oportunidade, eles fizeram um convite ao prefeito para participar do evento promovido pela REC, “Amigos pela Solidariedade”, que já está em sua 7ª Edição, e acontecerá na Arena Pantanal no dia 08 de dezembro. A entrada é 2kg de alimentos não perecíveis. “Realizamos esse evento como forma de arrecadar produtos que serão distribuídos na comunidade. No ano passado, 17.000 pessoas participaram. A nossa expectativa para 2018 é ultrapassar esse número, alcançando a participação de mais de 20.000 pessoas. Quantos mais alimentos arrecadados, mais famílias serão atendidas e agraciadas”, declarou o presidente.

“Iremos prestigiar com toda certeza, além também de convocar o maior número de pessoas para contribuir com essa grande ação de cunho social. O voluntariado é muito importante e tem todo o nosso reconhecimento, pois chega onde, muitas vezes, o poder público não consegue chegar. Iremos contribuir com toda certeza”, pontuou Emanuel Pinheiro.

Da Redação/SiteJornalCapital

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.